.comment-link {margin-left:.6em;}

Casa Comum das Tertúlias

Blog da CCT. Espaço de intervenção e de reflexão. Aqui a Cultura e a Democracia são as prioridades. Participem.

terça-feira, novembro 04, 2014

Manifiestos contra el miedo en la V Feria del Libro Usado y Antiguo de Guadalajara


COMUNICADO da Casa Comum das Tertúlias

Como sabem em 2011 foi publicada a obra: "Manifestos contra o medo: antologia de uma intervenção cívica", de Luís Norberto Lourenço; pref. Luís Raposo (Castelo Branco: Casa Comum das Tertúlias, 2011)


Agora publica-se a tradução espanhola, numa co-edição luso-mexicana (CCT e Edhalca).

O livro "Manifiestos contra el miedo: antología de una intervención cívica (lecturas)", de Luís Norberto Lourenço, prefácio de Joaquim Manuel Fernandes Brigas, tradução de María Egipcíaca Pizarro Sabido, numa co-edição de Casa Comum das Tertúlias (Portugal) / Editorial Edhalca (México), terá a sua primeira apresentação pública em Guadalajara (México), na próxima sexta-feira e terá distribuição no México, Portugal e Espanha. 
As primeiras iniciativas serão no México, mas em Dezembro chegará a vez de Portugal e de Espanha. 



A tradução do "Manifestos contra o medo" conta com textos de várias pessoas que fizeram a apresentação do original português e que publicaram textos sobre a obra, a saber:

Alfredo Pérez Alencart, António Borges Regedor, Beatriz Mayor Serrano, Carlos Casaquinha, Isabel Victor, José António Córdon-Garcia, Juan M. Valadés Sierra, Luís Raposo, Miguel Ángel Díaz Delgado e Teresa Sá Couto.

Trata-se duma primeira co-edição da CCT, duma nova edição, revista e muito aumentada da obra, a primeira em formato livro, já que em 2012, publicámos duas edições, então em formato de simples cadernos, com muito menos textos daqueles que agora se incluíram aqui, contando com novos autores de textos, tendo também a tradução sendo revista.



CONVITE

Apresentação do livro 
"Manifiestos contra el miedo: antología de una intervención cívica (lecturas)"
de Luís Norberto Lourenço
prefácio de Joaquim Manuel Fernandes Brigas
tradução de María Egipcíaca Pizarro Sabido
Edição: Casa Comum das Tertúlias (Portugal) / Editorial Edhalca (México)

apresentado por Miguel Ángel Díaz Delgado

7 de Novembro (sexta-feira), 16h

no âmbito da "V Feria del Libro Usado y Antiguo de Guadalajara" (7 a 12 de Novembro de 2014)
Palácio Municipal de Guadalajara

cartaz do evento

A apresentação do livro "Manifiestos contra el miedo" abre o evento...

O livro:
Nestas páginas encontramos ainda firmemente delineado, o que para o autor seria o ideal de uma sociedade mais justa, que respeite e garanta os direitos humanos, culturais, sociais, económicos e políticos, ao tratar temas como o racismo e a xenofobia, ao defender o acesso a educação e à saúde, ao reclamar mais oferta cultural e ao incentivar à participação dos cidadãos na vida política do país.
Este livro é um tratado aos princípios da liberdade de expressão e de opinião e um apelo à intervenção cívica, à crítica construtiva e à prática de uma democracia saudável, contra o conformismo. É o resultado do pensamento de um homem inquieto e comprometido com seu tempo, que usa a escrita para defender os seus valores.
por Joaquim Manuel Fernandes Brigas (do "Prefácio")

No estamos ante un compendio erudito que analiza el pensamiento político contemporáneo, pero sí, ante una guía práctica de civilidad, que se aventura a plasmar práctica de su autor a través de textos, que en su conjunto se revelan como puntos de partida y no como absolutismos. El autor retrata su práctica llena de constructos del diálogo y la mediación instrumental entre la razón y la práctica de la ciudadanía.
Los lectores del libro, se encontrarán ante sí, tres grandes desafíos: el primero es el encontrarse a sí mismos como protagonistas y como oyentes al mismo tiempo, tal como lo hacía Luís en aquél taller que lo conocí.  Tienen el reto de leer entre líneas una tendencia definida y orientada por la reflexión, que desafía la inteligencia y propone un posicionamiento ilustrado, pero que en contra parte convida a debatir y hacerse de una opinión que puede o no, estar de acuerdo con quien escribe. Temas en torno al aborto, el suicidio, la xenofobia, el racismo y la revolución, pueden ser detonantes para ese ejercicio. 
por Miguel Ángel Díaz Delgado

O autor:
Luís Norberto Fidalgo da Silva Trindade Lourenço
Naceu em Castelo Branco a 27 de Agosto de 1973. Licenciatura em História: ramo científico (1999), pela Universidade Lusíada de Lisboa. Pós-graduação em Educação e Organização de Bibliotecas (2011), pelo Instituto Politécnico da Guarda. Frequentou a Licenciatura em Economia, na Universidade Lusíada de Lisboa, frequentou até ao IV Semestre a Pós-graduação em Ciências da Informação e da Documentação, na Universidade de Fernando Pessoa do Porto, no âmbito da qual realizou o estágio curricular na Biblioteca Municipal de Castelo Branco. Em 2012 frequentou um Curso de Formação Avançada sobre o Holocausto, na Universidade Católica de Lisboa. "Diplomado en Museología y Museografía" pela Universidade de Guadalajara (México), em 2013. Inicia em Lisboa a sua intervenção cívica, com a participação no Congresso “Portugal Que Futuro” (1994) e militância partidária em 1993, na Juventude Socialista e no Partido Socialista, sendo co-fundador do boletim do núcleo de Belém (concelhia de Lisboa) desta juventude partidária. Sócio efectivo n.º 2904 da BAD - Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas, desde Dezembro de 2011. Integrou a Direcção do Clube de Castelo Branco (2005/07). Tem escrito em vários fanzines, jornais e revistas, locais e nacionais, portuguesas e espanholas, blogues e em vários fóruns na Internet. Tem dez anos de experiência docente no 2.º ciclo do Ensino Básico em escolas públicas em Portugal. No México completou dois anos leccionando Língua Portuguesa como Língua Estrangeira, na Conexão Brasil, no Instituto Bradford e no Instituto de Comunicación Internacional. Funda a 5 de Outubro de 2001 a Casa Comum das Tertúlias (CCT). A 5 de Outubro de 2005 funda, edita e é Director de “Tertuliando – Fanzine da Casa Comum das Tertúlias”. De sua autoria: “Auto de arrolamento dos bens existentes na egreja matriz da freguesia de Penamacor, concelho do mesmo, distrito de Castello Branco, realisado no dia 6 de Julho de 1911”, apresentação, transcrição e notas por Luís Norberto Lourenço, Castelo Branco: Casa Comum das Tertúlias, 2010, Colecção: “Papéis de sexta”, 2” e “Manifestos contra o medo: antologia de uma intervenção cívica”, con prólogo de Luís Raposo (Casa Comum das Tertúlias, 2011).

O apresentador:
Miguel Ángel Díaz Delgado é Licenciado em "Educación" pela Escuela Normal de Jalisco, "pasante" na Facultad de Estudios Políticos y de Gobierno de la Universidad de Guadalajara; Mestre em "Ciencias de la Educación con especialidad en Planeación Educativa" no Instituto Superior de Investigación y Docencia para el Magisterio (ISIDM). NA Universidad Autónoma de Madrid fez o "diplomado en Competencias Docentes para el Nuevo milenio", especializando-se na área de directivos. Doutoramento em "Investigación Educativa Aplicada" do ISIDM. Na Secretaría de Educación Jalisco, foi Professor de Licenciatura em "Educación". Professor do Mestrado em "Gestión Directiva de Organizaciones Educativas" do ITESO.

O autor do prefácio:
Joaquim Manuel Fernandes Brigas.
Licenciatura em Geografia, pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (1983). Mestre em Geografia, pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (1993). Doutoramento em "Ciencias de la Información / Periodismo", na Universidade Pontifícia de Salamanca. Facultad de Ciencias de la Información. Especialista em "Publicidad, Consumo y Marketing", pela Universidade de Vigo, Espanha. (2009), Doutor em Publicidade e Relações Públicas, pela Facultade de Ciencias Sociais e da Comunicación, Departamento de Psicoloxia Evolutiva e Comunicación, Sección Departamental de Comunicación, Universidade de Vigo, Espanha, registado na Universidade do Porto com o n.º31/2011. 07.1998, "DEA en Ciencias de la Información / Periodismo, Suficiencia investigadora". É desde 2012, Professor Coordenador na Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto, do Instituto Politécnico da Guarda (IPG). 2009-2013, foi Coordenador da Unidade Técnico-Científica de Ciências Sociais e Comunicação na Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto, do IPG. 2011-2013, foi Coordenador científico da área disciplinar de Comunicação, Publicidade e Relações Públicas na Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto, do IPG. De 1996 a 2012, foi Professor Adjunto na Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto, do IPG. 2010-2011, foi Coordenador científico da área disciplinar de Ciências da Comunicação e Informação na Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto, do IPG. 2010-2011, foi Coordenador científico da área disciplinar de Ciências Sociais na Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto, do IPG. 1998-2009, foi Director da Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto, do Instituto Politécnico da Guarda.

Agradeço toda a divulgação que possam fazer do evento. 

Atentamente,
Luís Norberto Fidalgo da Silva Trindade Lourenço
(Casa Comum das Tertúlias)

P.S.
O evento no facebook:

Etiquetas: , , , , ,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home