.comment-link {margin-left:.6em;}

Casa Comum das Tertúlias

Blog da CCT. Espaço de intervenção e de reflexão. Aqui a Cultura e a Democracia são as prioridades. Participem.

terça-feira, julho 20, 2010

Livros em todo o lado



Na fotografia: um dos cafés que em Rio Maior acolhe a iniciativa "Bibliocafés" promovido pela Biblioteca Municipal Laureano Santos de Rio Maior.
(Fotografia Luís Norberto Lourenço/Arquivo Tertuliano)

Quatro iniciativas de louvar, todas com o objectivo de promoção do livro e da leitura, levando-o onde estão as pessoas, aproximando-se daqueles que por qualquer motivo não ganharam o hábito de frequência duma biblioteca.
Deixamos aqui quatro exemplos, há muito mais do género, outras deveriam surgir…
Parabéns à Nazaré, a Rio Maior, a Nisa e a Sacavém, às suas autarquias, aos responsáveis pelos respectivos pelouros da Cultura e às equipas das quatro bibliotecas municipais e ao executivo da Junta de Freguesia de Sacavém e à Fundação Calouste Gulbenkian no último caso.

A que nos referimos?
Iniciativa “Mergulhos na Leitura”, promovida pela Biblioteca Municipal de Nisa, na Piscina Municipal de Nisa.
Iniciativa "Biblioteca de Praia", promovida pela Biblioteca Municipal da Nazaré, na Praia da Nazaré.
Iniciativa “Bibliocafés”, promovida pela Biblioteca Municipal de Rio Maior, em vários cafés de Rio Maior.
Iniciativa “Ler por Sacavém”, promovido pela Biblioteca Municipal José Saramago de Loures, com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian e da Junta de Freguesia de Sacavém e desenvolve-se em Bibliobancos situados em Avenida da localidade (já aqui demos nota deste caso em 2009).


O projecto "Mergulhos na Leitura" é uma iniciativa lançada há vários anos, dirigida aos frequentadores da Piscina Municipal no período de Verão. Decorrerá nos meses de Julho, Agosto e Setembro, todas as tardes (excepto terças-feiras) entre as 15 e as 18 horas.
Na esplanada da piscina estarão disponíveis jornais, revistas e livros, que podem ser lidos no local ou requisitados para leitura domiciliária, podendo cada utilizador ter consigo até 3 livros, durante 15 dias. O acesso a este serviço é livre e gratuito. Para o empréstimo domiciliário de livros, apenas é requerido a apresentação do Cartão de Leitor da Biblioteca ou de um documento identificativo. No local serão igualmente promovidas actividades lúdicas. Pretende-se incentivar o hábito de leitura junto dos utilizadores das piscinas alargando o leque daqueles que não dispensam o prazer de ler e fazem do livro uma boa companhia.


Até 31 de Agosto, a Nazaré volta a disponibilizar aos veraneantes e população em geral o serviço de Biblioteca de Praia. A funcionar ininterruptamente entre as 9 e as 21 horas, a Biblioteca de Praia está localizada no areal, junto à Praça Sousa Oliveira, numa iniciativa da Câmara Municipal da Nazaré.
Na Biblioteca de Praia estão disponíveis mais de mil títulos, distribuídos pelas áreas de literatura infantil, juvenil e adultos. Poderão igualmente ser encontrados livros em algumas línguas estrangeiras. A par do serviço de leitura na praia, é possível a requisição domiciliária, por um período de cinco dias.
Paralelamente ao serviço de leitura, a Biblioteca de Praia possibilita a dinamização de uma série de actividades lúdicas, dirigidas ao público infanto-juvenil, tais como ateliers de artes plásticas, leitura acompanhada de livros, jogos didácticos e jogos tradicionais, entre outros. As actividades serão desenvolvidas dando especial destaque à temática da sensibilização ambiental.
Esta iniciativa, inserida no programa de actividades da Biblioteca Municipal, tem como principal objectivo ocupar os tempos livres dos mais jovens durante o Verão e promover a leitura em tempo de férias.

Sobre este assunto:
http://www.metronews.com.pt/2010/07/06/biblioteca-municipal-de-nisa-promove-mergulhos-na-leitura/
http://www.cm-nisa.pt/site_biblioteca/pdf/mergulhosnaleitura.pdf
http://www.oesteonline.pt/noticias/noticia.asp?nid=12880
http://www.oesteonline.pt/noticias/noticia.asp?nid=12091
http://www.cm-riomaior.pt/NR/rdonlyres/816B3C76-9032-4B11-B343-7200F3A56356/0/Estatistica2006070809Biblioteca.pdf
http://biblogtecaqui.blogspot.com/2009/03/livros-sem-abrigo.html
http://www.bookcrossing-portugal.com/listaoczs.htm
http://casacomumdastertulias.blogspot.com/2009/08/projecto-de-promocao-da-leitura-publica.html#links
http://rcbp.dglb.pt/pt/agenda/Documents/Agenda_Julho_Agosto2010.pdf

Etiquetas: , , , , , , , , ,

7 Comments:

At 11:08 da tarde, Anonymous Anónimo said...

É pena Luis que não louve o trabalho que se faz na promoção da leitura em Castelo Branco. Onde se recebe cerca de 200 crianças por dia e onde se tem 2 comunidades de leitores criadas entre pais e filhos!!!!Falo como participante (como pai e professor) frequentador nestas actividades!!!!

 
At 2:10 da manhã, Blogger Luís Norberto Lourenço (Editor) said...

Até louvava caro anónimo ou anónima, se motivos houvesse...

 
At 2:04 da manhã, Anonymous Anónimo said...

E o que se faz nas aldeias do Concelho para promover a leitura e não só nas escolas?
Sei que a «Alma Azul» teve algumas iniciativas mas não ouvi mais nada.
Terei andado mais distraída do que o costume?

Gabriela Simões

 
At 11:12 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Eu sou professor numa freguesia do concelho e fui várias vezes a biblioteca em castelo branco e participei com o lar na minha freguesia numa actividade. e sei que a sra. que está na biblioteca faz muitos esforços para ir a freguesias sempre que é solicitado.no inicio do ano lectivo fui chamado a biblioteca para a apresentação do projecto que essa sra., a qual não me lembro o nome, apresentou para as escolas e jardins de infância e sei também que ela vai a lares e centros de dia...mas a sra Gabriela pode ir lá a biblioteca e falar com a sra. mas olhe que sai sempre na reconquista e outros jornais as actividades...

 
At 6:00 da tarde, Blogger Luís Norberto Lourenço (Editor) said...

Se a Biblioteca é assim tão boa, por que raio os que defendem o trabalho desenvolvido na BMCB defendem são sempre anónimos!? Qual é o problema?

P.S.
Devem ser do mesmo género de um certo "Manel", supostamente voluntário dum Museu da região que veio a terreiro defender o dito Museu que se sentiu atacado... (essa mensagem veio... via "e-mail" da prórpia instituição!!!!) da instituição, vá lá saber-se porquê NADA. Dão razão aos críticos? Quem é experiemntado em artes censórias não somos nós, mas as ditas instituições! Por isso não entendemos! Quanto às notícias publicadas na imprensa... nem vale a pena comentar.

 
At 9:40 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Diz um certo anónimo (a);«Eu sou professor numa freguesia do concelho... Esperemos que este "professor" não seja de Língua Portuguesa. Quanto à Srªda Biblioteca que vai a lares e às escolas, quem é?Merece ser louvada.

 
At 1:15 da manhã, Anonymous Anónimo said...

É muito injusto que os escribas de serviço da CM de Castelo Barnco não noticiem as idas aos lares nos respectivos jornais. Com fotografia, claro. Devia era ir tudo bem sei para as respectivas creches com a função de não ler nem tentar ensinar o Português. Uma das "docentes" andou pelas franças mas aas outras...

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home